domingo, novembro 28, 2010


Nova Friburgo marca presença em evento no Rio de Janeiro sobre direitos dos animais


O 2º Encontro Carioca de Direitos dos Animais foi promovido pelo Núcleo de Estudos em Direito dos Animais e Ecologia Profunda da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ nos dias 18 e 19 de novembro, no Salão Nobre da Faculdade de Direito, em prédio histórico, local onde foi assinada a Lei Áurea.

A Coordenadoria do Bem-Estar Animal, órgão vinculado à Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Nova Friburgo, esteve representada por Carla Freire, que falou sobre a importância do Encontro, sediado pela segunda vez no Rio de Janeiro. “Foi uma grande emoção estar presente no mesmo local onde foi oficializada a libertação dos escravos e agora se discute os direitos dos animais e os nossos deveres perante eles, tendo como palestrantes pessoas tão ilustres”, destacou Carla.

No dia 18, o primeiro bloco contou com a participação do advogado e professor da Universidade Rural do Rio de Janeiro-UFRRJ, Daniel Braga Lourenço, que tratou do tema “Animais como sujeitos do Direito” e da veterinária e professora da Universidade Federal Fluminense, Rita Paixão, que discorreu sobre o tema “Quem é esse animal titular de direitos?”. Neste mesmo dia, na parte da manhã, Leila Demani, coordenadora do Departamento de Vigilância Ambiental de Nova Friburgo, esteve presente.

No segundo bloco estiveram presentes o advogado, professor e coordenador do Núcleo de Estudos em Direito dos Animais e Ecologia Profunda da UFRJ, Fábio de Oliveira, com uma palestra intitulada “Direito dos Animais e Ecologia Profunda”; o professor espanhol Miguel Presno, palestrante Internacional, da Universidade de Oviedo, falou sobre o tema “A atualidade das touradas na Espanha”, e o professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Tagore Trajano, proferiu a palestra “Animais em Juízo”.

A terceira mesa, ao final do dia, ficou por conta do Promotor de Justiça de Salvador e professor da UFBA, Heron Santana Gordilho, que abordou as questões relacionadas às diferentes correntes do movimento pelos Direitos dos Animais, provocando em todos os presentes uma emoção ao cantar um trecho da canção Give peace a chance (Dê uma chance à Paz), de John Lennon. Em seguida, o nutricionista, fundador da Ong Veddas e um dos ativistas da causa animal no Brasil, George Guimarães, discorreu sobre a importância de cada cidadão ser mais ativo na defesa dos animais.

No dia 19, pela manhã, foi apresentado o polêmico documentário, ganhador do Oscar de 2010, The cove (A Enseada), que retrata a crueldade da exploração dos golfinhos em Taiji, no Japão, seguida de uma palestra com ativistas representando a Sea Shepherd, que atua na defesa dos animais marinhos.

O 1º Fórum Estadual de Amigos dos Animais encerrou o Encontro, abrindo espaço para que as entidades e ativistas independentes apresentassem seus trabalhos pela defesa dos animais. A coordenadora do Bem Estar Animal de Nova Friburgo, Carla Freire, falou sobre a importância de um trabalho com a comunidade: “não há estrutura que possa atender a todos os problemas do município relacionados aos animais se não houver esta parceria com a comunidade e os protetores da cidade, que são realmente os protagonistas no trabalho e fazem muito pelos animais em nossa cidade”.

Consciente de que a educação é fundamental para a transformação das relações com os animais, a Coordenadoria organizou o 1º e 2º Fórum de Bem Estar Animal, em 2009 e 2010, respectivamente; , programas como ‘Adoção é a melhor opção’, em parceria com o site Olhar Animal; mantém um trabalho permanente de doação de animais retirados da rua, devidamente castrados e vacinados; e a campanha ‘Abandonar e maltratar animais é crime’, em parceria com a Policia Militar.

A Coordenadoria também busca orientar as pessoas para que auxiliem os animais na medida das suas possibilidades. “Não adianta recolhermos os animais das ruas se não pudermos dar a eles uma vida digna”, argumenta Carla. Sobre os projetos futuros, ela demonstra confiança na administração municipal, que reconhece a necessidade de um trabalho sério e permanente, na área da educação, justiça e controle da população dos animais.


Comentário do PAM: Esperamos que Macaé que é considerada a Capital do Petróleo também esteja representada pelo Poder Público em eventos tão importantes como este.
0

0 comentários:

Postar um comentário