segunda-feira, abril 25, 2011


Platão e Aryna, amor incondicional

Este é o Platão quando vivia nas ruas do Bairro Novo Cavaleiros, foi fotografado e colocado o pedido de resgate e adoção no Orkut do PAM. A Aryna se apaixonou por ele e o adotou levando imediatamente ao veterinário.

Após tratamento, amor e cuidados veja abaixo como está atualmente o Platão. As fotos foram enviadas em 19 de abril de 2011. Ela e o esposo o adotou há quase um ano.



Depoimento da adotante:

Muitos de nós, por toda a nossa existência, procuramos um verdadeiro amor. Quem não quer?

Me arrisco a dizer que hoje, amor e amar são coisas tão fáceis que muitos nem percebem.

Eu tenho dois cachorros de rua, os famosos "vira-latas". Uma é fêmea que tenho desde 2008. Adotei quando ela tinha três meses (resgatada do CCZ!) e o outro eu adotei através do PAM, um macho com um ano de idade.

Eu poderia dizer aqui a famosa frase “ter um cachorro é amar e ser amado sem ter que dar nada em troca”, mas é muito mais que isso. É amar e ser muito amado independe do seu dia, do seu humor, se você quer ou não uma lambida, uma companhia. Ter a Honra de ter um cachorro em casa é nunca estar sozinho, é sempre ter alguém te dando carinho.

Imagino que deve ser assim com outros animais, mas eu só tenho meus bebês como exemplo. Eu os amo incondicionalmente e não sei e nem quero saber como neste mundo existem tantas pessoas que não só se privam deste amor, como são tão cruéis e doentias a ponto de machucá-los.

A vida passa, mas não importa quanto tempo, o seu cachorro sempre vai te esperar, por que ele confia em você.
Aryna Lima.
0

0 comentários:

Postar um comentário