sábado, janeiro 14, 2012


Cavaleiros será palco de movimento a favor dos animais

Evento será no dia 22 de janeiro e tem como objetivo pedir lei mais rigorosa e punição para aqueles que praticam crimes de maus tratos


14/01/2012 - 11h53m - Atualizado em 14/01/2012 - 11h57m



Diversas cidades no Brasil vão se reunir no próximo dia 22, para fazer uma manifestação contra a crueldade praticada com todos os tipos de animais. O movimento 'Crueldade Nunca Mais' começa a partir das 10 horas, mas a concentração será feita a partir das 9 horas, em frente ao hotel Comfort Suítes, na Praia dos Cavaleiros.

A reivindicação é para que a penalização seja correta e efetiva para aqueles que cometem crueldades e maus tratos aos animais. A lei atual não é tão rigorosa e a punição de quem comete esse crime não é devidamente aplicada.

Os animais não possuem voz, diante disso, essa manifestação será o início de uma série de ações para uma penalização correta contra esse tipo de crueldade.
Na frente dessa ação, em Macaé, está o Protetores dos Animais de Macaé. O PAM, como é conhecido, não é uma ONG, mas sim um movimento social que une em torno de objetivos definidos, como o movimento no Cavaleiros.

A fundadora do PAM, Eliana Petrelli , diz que é a primeira vez que ocorre essa ação em nível nacional. Em Macaé já teve um protesto contra a crueldade com animais em 2010. Até quarta-feira (11), já tinham mais de 60 pessoas confirmadas na página de uma rede social. “Macaé cobrou e nós estamos aderindo esse movimento. Tem muita gente boa na cidade que luta em prol dos animais”, conta. Ela espera reunir cerca de 200 pessoas no dia.

Cada vez mais surgem incidentes de maus tratos, e matar um animal é tão errado quanto maltratar uma pessoa. Quem pratica maus tratos contra os bichos, sejam eles domésticos ou selvagens, está infringindo a Lei nº 9.605/98. De acordo com o Art. 32 da lei, “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos” prevê uma uma pena de três meses a um ano de prisão e aplicação de multa.

Na mesma pena diz que quem realiza “experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos”, a pena pode ser aumentada de um sexto a um terço, se ocorrer a morte do animal.
Vale ressaltar que quem for participar do movimento deve ficar atento a algumas normas, como, não levar os animais a manifestação, usar camiseta branca, e acima de tudo, fazer uma ação de maneira pacífica.

Uma petição nacional, oficial do movimento, onde tem por objetivo coletar 1 milhão e meio de assinaturas, está sendo elaborada. Quem tiver o interesse em assinar e ajudar, pode cadastrar o seu e-mail no site: www.crueldadenuncamais.com.br e aguardar o contato.

Normas:

- A manifestação 'Crueldade Nunca Mais' é um movimento pacífico e respeitador das leis, idealizado e organizado pelos protetores de animais do Brasil, e que será o início de uma série de ações que visam a penalização correta para crimes de maus tratos aos animais.
- Os animais não deverão ser levados à manifestação.
- Cada cidade organizará o formato da manifestação de acordo com as normas e condições locais.
- Os manifestantes deverão levar sacolinhas para a coleta do lixo.
- Os manifestantes poderão levar cartazes e faixas com as seguintes frases:

Os animais pedem justiça!
Crueldade contra animais: Leis mais rígidas e cadeia!
Os animais não votam, mas nós sim!
Crimes contra animais devem ser punidos com rigor!
Chega de impunidade para crimes contra animais!
Brasil, mostra a tua cara limpa de crueldade!

- As faixas deverão ter no máximo 2m de largura.
- Frases ofensivas e que incitam a violência não serão permitidas.


0

0 comentários:

Postar um comentário