quinta-feira, maio 03, 2012


Protetores dos Animais participam de Feira Social

Foto: Wanderley Gil

Protetores lutam por políticas públicas para os animais.

Começa no próximo dia 8 a V Feira de Responsabilidade Social Empresarial Bacia de Campos, na Cidade Universitária. Esse evento tem como objetivo discutir a questão da sustentabilidade na região.

Pelo segundo ano consecutivo, o Protetores dos Animais de Macaé (PAM) vai participar da feira. Segundo a criadora do movimento social pelos direitos dos animais, Eliana Petrelli, essa é uma grande oportunidade para tratar da questão sobre os animais em Macaé. 

"Recebi o convite dos organizadores da Feira, Bernadete Vasconcellos e Martinho Santafé, para participar desse evento. Isso é bom para apresentarmos os resultados que o PAM e os outros protetores vêm conquistando nos últimos anos aqui no município. Também vamos falar sobre os desafios que ainda precisam ser superados, como a criação de uma política pública voltada para os animais. Estamos pedindo uma lei mais punitiva contra a crueldade e que seja criado um centro de esterilização gratuito para evitar que esses animais continuem se reproduzindo de maneira descontrolada, ocasionando esse triste cenário que vemos todos os dias pelas ruas da cidade", conta.

O PAM estará com um stand na feira, onde será feito um trabalho de conscientização, com material educativo e cartazes. Além disso, Eliana irá apresentar uma palestra com o tema "Cenário do protetor animal em Macaé e na região", mostrando quais são os principais desafios e dificuldades enfrentados por aqueles que dedicam algumas horas do seu dia pela luta a favor dos animais.  
Na ocasião, eles vão estar recebendo doações de rações, cobertores, medicamentos, produtos de limpeza, lençóis, panos, carpetes, forro, utensílios para cães e gatos, areia sanitária para gatos, potes, jornais, entre outras coisas. Qualquer tipo de doação é essencial para ajudar aqueles que atuam na área assistencialista da proteção animal.

Os Protetores dos Animais de Macaé não é uma ONG, mas sim um movimento social que tem como objetivo promover ações de conscientização e pedagógicas dos direitos dos animais, sejam eles domésticos ou selvagens. Eles também lutam pela criação de políticas públicas de proteção e bem-estar animal no município. 

"Desde que iniciei o trabalho em Macaé em 2006 já tivemos muitas conquistas, porém, o voluntariado não consegue atender questões macro e o governo precisa atender a população que clama por postos de esterilização. É a única forma de fazer o controle populacional no médio e longo prazo. Atualmente existe no município somente consulta veterinária que é feita no antigo CEASA na Barra de Macaé", explica Eliana.

A primeira edição da Feira de Responsabilidade Social Empresarial Bacia de Campos aconteceu em maio de 2008, e de lá para cá vem buscando discutir a questão da sustentabilidade na região que cresce por conta do mercado offshore. As três primeiras edições aconteceram no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, mudando para a Cidade Universitária em 2011. 

A entrada é gratuita e o credenciamento pode ser feito através do site da feira: http://feirarsebaciadecampos.com.br/. 


Autor: Marianna Fontes/ marifontes@odebateon.com.br



0

0 comentários:

Postar um comentário