sexta-feira, dezembro 17, 2010


PAM visita posto de esterilização e feira de adoção da SEPDA

Buscando conhecer cada vez melhor as ações públicas no que tange a Proteção e Bem Estar Animal, o movimento Protetores dos Animais de Macaé (PAM) conheceu de perto o trabalho desenvolvido pela Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais da prefeitura do Rio de Janeiro (SEPDA). A equipe do PAM visitou o Posto de Esterilização Gratuita, localizado no Largo do Machado, e também a feira de adoção itinerante.

- Seria maravilhoso se todas as cidades seguissem o exemplo do Rio de Janeiro em relação aos serviços públicos oferecidos em defesa dos animais. Com certeza o trabalho de esterilização gratuita e as feirinhas de adoção já estão ajudando a diminuir muito o número de cães e gatos abandonados nas ruas, comentou a coordenadora do PAM, Eliana Petrelli. 
Os representantes do PAM conversaram com a equipe da SEPDA e também com usuários do serviço de esterilização, que são oferecidos gratuitamente, independente da renda familiar.

- Hoje é a segunda vez que utilizo esse serviço da Prefeitura e estou muito satisfeita. Os profissionais são muito competentes e o serviço também é muito organizado. Você vem na sexta-feira pela manhã e pega uma senha para a próxima semana. No dia e hora marcado, você comparece. É praticamente um serviço particular, melhor que muitos SOS para humanos. Estou satisfeita e acho que toda cidade deveria ter esse serviço, pois é bom para saúde do animal e evita ter mais animais abandonados pelas ruas, disse a usuária Nilza Mastrine.

Como funciona a SEPDA


A Secretaria Especial de Promoção e Defesa dos Animais (SEPDA) tem como objetivo trabalhar a favor dos animais, promovendo, desta forma, uma convivência respeitosa com a sociedade. A missão da SEPDA é orientar a população no que diz respeito aos cuidados e deveres com os animais, às leis de proteção animal, a aquisição e adoção responsável de animais.

Além dos serviços de esterilização gratuita e feiras de adoções, a SEPDA oferece o serviço de Ouvidoria, para denúncias de maus tratos e abandono de animais no município do Rio de Janeiro. A Ouvidoria fica no Centro de Proteção Animal, onde também se encontram a Administração e os animais da Secretaria.

A sede principal da SEPDA está localizada na Fazenda Modelo, em Guaratiba, zona oeste do Rio, com o Centro Proteção de Animal, desde 2008. Desde então, a estrutura oferece diversos serviços veterinários e de apoio aos animais para a população do município do Rio de Janeiro. A sede, com área de 13 mil metros quadrados, fica na Estrada da Matriz.

O Centro de Proteção Animal oferece gratuitamente serviços de esterilização, atendimento clínico e cirurgias, além de promover diariamente adoção de cães, gatos e eqüinos. O Centro conta ainda com Canil, Gatil e Curral para equinos.

No Centro Clínico e Cirúrgico são feitas as esterilizações de cães e gatos gratuitamente, além de atendimento clínico veterinário e cirurgias diversas, exceto as ortopédicas. O Centro de Manejo de Cães (canil) conta com 25 boxes internos e 25 boxes com solário e parte interna, já o Centro de Manejo de Gatos (gatil) possui abrigos para acomodação dos animais e uma área de isolamento onde permanecem os filhotes e os animais em tratamento.

O Centro de Manejo de Equinos (curral) dispõe de quatro piquetes pequenos e quatro piquetes grandes, local para atendimento clínico, sala de medicamentos e manipulação dos equinos, um veterinário e um zootecnista, capineira e deposito de feno e ração.

No Canil, Gatil e no Curral, os animais recebidos pela Secretaria, vítimas de maus tratos e abandono, são tratados em período de quarentena. Ao receberem alta, são levados para a campanha itinerante Adotar é o Bicho! e também ficam disponíveis para adoção no Centro de Proteção Animal. No Centro Laboratorial (CELAB), a Secretaria oferece cursos profissionalizantes para cuidados com animais em pet shops em parceria com a Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego.
0

0 comentários:

Postar um comentário