quarta-feira, fevereiro 23, 2011


Jornal O Debate de Macaé divulga Campanha de adoção realizada pelo PAM

O PAM agradece imensamente a colaboração do jornal O Debate de Macaé e a jornalista Celine Morais pelo apoio à causa da Proteção Animal.

Abaixo matéria divulgada ontem no jornal:



Campanha para adoção de animais será realizada durante o Carnaval
22/02/2011 - 12h00m

Como é de costume, durante as festas de Carnaval muitos decidem viajar e acabam se ausentando de casa por alguns dias. Com isso, muitas vezes esquecem de um simples detalhe: como, onde ou com quem deixar o seu animal de estimação?

Os mais cuidadosos e responsáveis optam por levar seu animal durante as viagens ou, no caso da impossibilidade, deixam o bichinho com alguém conhecido ou em alguns “hotéis” para animais.

Como em Macaé a existência deste tipo de hospedagem ainda é escasso, os donos de cães, gatos, pássaros e demais bichos ficam sem muitas opções, sendo que os que não possuem uma consciência de responsabilidade com o animal, acabam por deixá-los sozinhos em casa durante dias, ou então, resolvem simplesmente abandoná-los nas ruas.

E é justamente para despertar esta consciência e incentivar a adoção responsável, que o Movimento Social Protetores dos Animais de Macaé (PAM) está promovendo uma campanha chamada de “Cãopanha Carnaval Animal”, que tem como principal foco a divulgação da necessidade de muitos bichos do município de serem adotados.

Segundo o movimento, já existe uma lista com cerca de 40 animais à espera da adoção, somente de conhecimento do PAM, entre cães e gatos. “Apesar de se chamar ‘Cãopanha’, também temos gatos que foram abandonados e estão em lares provisórios, sob cuidados de conhecidos e amigos do PAM.

Nossa intenção é divulgar esta lista para pessoas interessadas em adotar um animalzinho, além de mostrar para a sociedade a necessidade crescente de conscientizar os donos de cães, gatos e demais bichinhos, principalmente neste período de férias e viagens frequentes”, explicou uma das voluntárias do PAM, Eliana Petrelli.

Na lista existe uma grande variedade de cães e gatos de diferentes raças, tipos, tamanhos e idades. “Existe um animal para cada pessoa, cada um com uma personalidade, por isso quem realmente estiver interessado em adotar um companheiro ou companheira de estimação, com certeza encontrará pelo menos um em nossa lista. Além de ser um benefício para o animal, também é um benefício para quem adota e para toda a sociedade”, observa Eliana.

Os interessados em conhecer um pouco mais sobre o PAM e ver a lista dos animais que esperam por um dono e um lar que possam acolhê-los de forma responsável e consciente, podem acessar a página do movimento na internet, no endereço “http://protetoresdemacae. blogspot.com/“.

No site é possível conhecer um pouco mais da história de cada um dos animais que esperam por uma adoção, e os contatos das pessoas que cuidam provisoriamente deles, e até mesmo histórias de adoções bem sucedidas.

“Gostaria de ressaltar que não resgatamos animais e não temos abrigo. Nosso trabalho é em prol da defesa dos direitos dos animais, e para cobrar do poder público políticas para este fim, como a implantação de uma clínica veterinária de cirurgia e esterilização gratuita, controle de cães através de RGA (Registro Geral dos Animais) e certidão de óbito.

Como o município ainda não possui uma política pública para o assunto, contamos com a ajuda voluntária de parceiros que abrigam animais em suas casas, já que não suportam ver o sofrimento dos animais nas ruas e, em seguida, disponibilizam para a adoção consciente”, finalizou Eliana.

Autor: Celine Moraes
celinemoraes@odebateon.com.br

Jornal O Debate
0

0 comentários:

Postar um comentário