sexta-feira, março 04, 2011


PAM acompanha ações da Coordenadoria de Nova Friburgo

Após acompanhar o absurdo das denúncias veiculadas na mídia a respeito da Coordenadoria do Bem Estar Animal de Nova Friburgo (COOBEA) que tem como coordenadora Carla Freire que é uma trabalhadora incansável da causa e que admiro e respeito pela conquista em criar na cidade um órgão especifico, que trabalha para implantação de políticas públicas para os animais, fui lá conferir o que estava acontecendo, pois não tenho tempo para ficar trocando comentários estéreis nas redes sociais.
Abaixo relato com fotos e vídeos o que presenciei nos dias 01 e 02 de março de 2011 acompanhando de perto o trabalho da Carla e sua equipe.

Depoimento da Norma que adotou em janeiro/2010 e acompanha há anos o trabalho da Carla Freire na cidade


- Após a tragédia a cidade começou a retomar o seu ritmo normal, mas a dor é latente e algumas pessoas quando relatam o que vivenciaram não controlam às lágrimas relembrando o pânico...Conversei com duas famílias que perderam filhos, nora, mãe e todos o bens e eles disseram que o sofrimento é indescritível...Dona Ieda, nascida e criada em Nova Friburgo relatou em prantos que em 60 anos de vida nunca pensou que viveria pra ver sua casa se tornar “área de risco” em pleno bairro nobre da cidade...Assim, como todos estes relatos das pessoas, a Carla também vivenciou este drama sofrendo grande pressão emocional e ainda tendo que se envolver num processo de salvar vidas e gerenciar equipes formadas por pessoas que ela nunca havia visto na vida.

De vestido está Rosangela Oliveira do Bairro Olaria que foi à COOBEA adotar um filhote que seria liberado após atendimento feito na Clínica Veterinária. Com os animais está Carla Freire e ao lado Camila. Estávamos na praça enquanto a Coordenadoria estava sendo lavada.

- Buscando retomar ao processo cotidiano da Coordenadoria, Carla voltou a realizar o seu trabalho e durante os dois dias que os acompanhei, presenciei o carinho e o respeito que a população tem pelas ações da Coordenadoria realizada através da Carla Freire e sua equipe. Ela tem hora pra entrar, mas não tem pra sair, trabalha mais de 12 horas diárias conforme pude comprovar.

Depoimento da professora Simone que trabalha no Colégio ao lado da Coordenadoria de N. Friburgo

- Foram vários atendimentos onde ela orientava ou encaminhava os assistidos para as Clinicas Veterinárias que firmaram parceria com a ONG UNIVIDA.

Na foto está Carla e Peter que é do Rotary Clube de Nova Friburgo e faz atendimento à comunidade em parceria com a COOBEA ajuda a levar ração para os tutores provisórios ou para os cães comunitários.

- A todo momento passavam crianças, pois ao lado da COOBEA há um colégio, que brincavam com o cãozinho Príncipe que recebeu este nome por ter sido resgatado de um barranco e ter chegado como um verdadeiro “patinho feio” nas mãos da Camila que trabalha na coordenadoria e está sendo tutora provisória dele, e por sinal, o está mimando muitíssimo. Ela já tem seis cães, mas está tentada a adotar o Príncipe que é apaixonante e tem uma linguagem própria conforme vocês irão ver no vídeo que ele implora pra sair do cercadinho que foi improvisado na praça que fica em frente à coordenadoria até que fizessem a limpeza no local onde está dormindo o Mago que tem verdadeiro pavor dos humanos.

Príncipe

- A COOBEA é um importante órgão que todos nós devemos lutar para ser implantado em todas as cidades brasileiras que tem como instrumento a concretização de projetos e programas públicos de proteção e bem estar animal. Toda sua ação atual foi planejada com a comunidade no 1º Fórum de Bem Estar Animal realizado na cidade seguindo o modelo implantado inicialmente em Florianópolis – SC.

- Os problemas da cidade ainda são enormes tanto para as pessoas quanto para os animais e somente o tempo irá apagar a dor de tantas perdas ou não...

- O movimento social Protetores dos Animais de Macaé – PAM em parceria com a Guarda Municipal fez uma grande campanha onde dezenas de voluntários anônimos encaminharam doações muitas vezes, diminuindo a qualidade da ração que oferecia para os seus animais para ajudar as vítimas de quatro patas daquela tragédia.

Muitos voluntários gostariam de ter estado presente pessoalmente no local, mas o dia a dia não permitia isto, mas cada centavo doado foi impregnado de muito amor e solidariedade e muitas vezes de sacrifício tirando do seu necessário. Estiveram lá amigos da Guarda que inclusive adotaram animais, assim como, o Vitor e a Iana que foram levar doações e também adotaram um gatinho.

Obrigada à todos os anônimos que foram socorristas do BEM e que Deus abençoe à todos que estão retomando suas vidas na Região Serrana do Rio, em especial Nova Friburgo que Macaé ajudou em peso pela proximidade geográfica e por ter sido a cidade mais atingida da tragédia.

Eliana Petrelli
Coordenadora do PAM
Créditos das fotos: Eliana Petrelli







1

1 comentários:

Petescadas disse...

Adorei o principe passeando

Postar um comentário