segunda-feira, novembro 21, 2011


Operação Arataca

Criadouros autorizados em SÃO PAULO: Apreendidas 358 aves c/anilhas FALSIFICADAS

Polícia Militar na Operação pelo Policiamento Ambiental

Em 30 de agosto foi realizada uma Operação pelo Policiamento Ambiental denominada Arataca, para o cumprimento de 39 Mandados de Busca e Apreensão Domiciliar, contando com a participação da Polícia Federal e apoio do Helicóptero Águia, cujos alvos estavam distribuídos nas regiões de Sorocaba (Municípios de Itapetininga, Tatuí, Sorocaba, São Miguel Arcanjo, Porto Feliz, entre outros), São Paulo (Capital), Jales (Santa Fé do Sul, Fernandópolis, Ouroeste, Turmalina, Três Fronteiras e Nova Canaã Paulista) e Uberlândia/MG, envolvendo OPMs das 3ª e 5ª Companhias do 1º Batalhão de Polícia Militar Ambiental e 2º Companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar Ambiental.

Foram empregados 74 policiais ambientais, distribuídos em 35 viaturas. Todos os locais previamente identificados tratam-se de criadores de passeriformes autorizados que se utilizam de anilhas falsificadas ou adulterados para esquentar pássaros capturados na natureza, fomentando a comercialização regional, alcançando, por vezes, o comércio internacional de animais da fauna silvestre.

Na medida em que se encerravam os cumprimentos dos mandados de busca, as ocorrências eram apresentadas diretamente à Polícia Federal, em especial àquelas afetas ao objetivo da Operação, ou seja, à falsificação de anilhas.

Ao final, verificou-se o expressivo número de 358 aves da fauna silvestre nativa apreendidas, sendo que parte dessas apresentavam indícios claros de adulteração de anilhas, além de anilhas avulsas, petrechos próprios para alargar, adulterar e fabricar anilhas, uma garrucha calibre .22, 180 munições de diversos calibres entre intactas e deflagradas, três espingardas ,de pressão, alçapões, entre outros materiais.

Comunicação Social – Policia Militar de São Paulo


Recebido via e-mail de Germano Woehl Junior
Instituto Rã-bugio para Conservação da Biodiversidade
Jaraguá do Sul – SC
http://www.ra-bugio.org.br/

0

0 comentários:

Postar um comentário